História da Boca de Ouro do Rio de Janeiro

A Boca de Ouro, principal torneio do mundo do balão nasceu no Rio de Janeiro em 1977. Chamado de Destaque de Ouro, era um Troféu realmente de Ouro, com brilhantes e tudo, também era chamado de Troféu Moacir Quaresma, um dos mais importantes baloeiros da época. Não haviam categorias. Poderia ser um balão de armação, um balão apenas, uma armação, um fogueteiro, uma turma, enfim, o premiado com a magnífica jóia, poderia ser qualquer um, com qualquer trabalho, desde que agradasse a maioria do meio baloeiro. O primeiro campeão foi um 7x7 da Turma do Méier: 01 Somente em 1982 o troféu Destaque de Ouro foi dividido em 2 categorias: Armação de Ouro e Pião de Ouro. Conseqüentemente, mudou seu nome para Boca de Ouro.

trofeu2

Em 1978, uma nova regra nasceu: Para participar da Boca de Ouro, as turmas só podiam soltar balões de armação entre Junho e Julho era obrigatório que soltassem no mínimo 3 balões de 6x6 a 9x9 para poder participar.

trofeu3

No ano de 1984 não houve Boca de Ouro. Em 1985, o troféu voltou e Turmas como Cometa, Méier, Cachambi, Realengo e Campo Grande disputavam balão a balão o troféu e isso gerou uma fase de ouro com grandes e inesquecíveis trabalhos que são lembrados até hoje.

O fim da Boca de Ouro e o nascimento da ASAPERJ

No fim dos anos 80, a busca por uma organização no mundo do balão, fez com que os principais baloeiros cariocas fundassem uma Associação. Nasceu em 1989 a ASAPERJ - Associação dos Artistas de Papel do Estado do Rio de Janeiro. Seu primeiro presidente foi o pai do Pião Carrapeta Ivo Patrocínio. Consequentemente, passaram a organizar a Boca de Ouro a partir de 1990.

Em 1992 uma decisão polêmica e lembrada até hoje envolveu 2 grandes turmas na época: Tropicália e Casarão Méier. A criatividade da Casarão venceu a beleza do Pião da Tropicália e isso gerou uma briga imensa na época. Boatos dizem que, devido a isso, a ASAPERJ acabou em 1993.

01

A partir de 1994, a Boca de Ouro começou a ser dada em várias regiões por diversos organizadores.

Campeões da Boca de Ouro do Rio de Janeiro

Copyright © 2006 / 2017 - Gazeta do Balão | Todos os Direitos Reservados - Permitida a reprodução com citação da fonte