Festivais do Pinduka | Gazeta do Balão
Festivais do Pinduka
Publicado em 18/10/2011 | 407326 Visualizações

Nas minhas viagens aos Festivais da Amizade RJ, sempre tive um sonho de fazer festivais em SP no mesmo formato que os do Zeca, porque aquele estilo era único, balões noturnos em Boxes, anunciavam as turmas no carro de som e era um verdadeiro espetáculo.
Em 1993 eu comemorava 10 anos de balão, comecei em junho de 1983, na vila Bonilha, Pirituba SP, então organizei o meu primeiro festival, não foi possível fazê-lo como eu havia imaginado, pois não tinha recursos, muito menos auxilio de ninguém, então resolvi fazer para não deixar a data passar em branco.

p2
Nesta época eu fazia balão com a Turma do Muleque, Morro Grande SP, fiz os panfletos e fui a luta, anunciei o evento com 6 meses de antecedência e a resposta dos amigos foi imediata, apesar do local só ser definido dias antes, a presença foi marcante e tivemos vários balões.
Como havia dito, não foi possível fazer um festival nos formatos que eu queria, então o festival foi somente com balões diurnos, era 15 de novembro de 1993, nós tínhamos um 4x1x4 resgatado que era nosso mesmo, soltamos e pegamos, como não tínhamos balão para levar soltamos este mesmo com a bandeira do Palmeiras.
Saímos de casa as 4 hs da manhã, levaríamos cerca de 40 minutos até o campo, quando lá cheguei tive duas surpresas, o campo já tinha uma galera aguardando e na expectativa da alvorada que se anunciava… a outra surpresa não era tão agradável assim, risos, havia uma placa, por sinal muito mal feita que dizia, Proibido Soltar Balões, era óbvio que se tratava de uma brincadeira de mal gosto, na época algumas pessoas me criticaram por fazer o festival lá, pois eles alegavam que iriamos queimar o campo (que por sinal na tinha seus dias contados), o mais engraçado foi que pessoas que se colocaram contra, já haviam soltado balões lá com fogos e o mesmo tinha dado problema…
Bom… logo botei a placa a baixo e anunciei que o festival estava liberado, logo os amigos começaram a montar suas antenas e preparar seus balões e foi surpreendente a galera chegando e mandando ver nos balões.
Me lembro bem dos balões era de 3, 5, 6, 8, 12 metros todos feitos com muito prazer, não eram balões com desenhos maravilhosos , mas eram balões de amigos de verdade e outros que não nos conhecíamos, mas ali começava uma nova amizade e foram muitas, graças a Deus.
gostaria aqui de fazer uma pequena homenagem as turmas que lá estiveram, Luar do Piqueri, Nasa, Lazer, Jarrão Cajamar, Turma do Barba, Os da Laje, Ilusão hoje TDI, Turma do Magoo entre outras.
Não tive nenhuma ajuda se quer, mas vocês não sabem a grande satisfação que sinto até hoje por meter as caras e organizar uma festa tão linda com vários balões no céu.
Ai veio e segundo, que na verdade não houve, seria em 1994 junto com a Turma Paixão do amigo Paulinho, marcamos para o lixão do cabuçu, mas infelizmente o tempo não ajudou e o evento não aconteceu.

p1
Então organizei o segundo realmente em 1995, foi la nas pista do SBT, quem não se lembra daquelas pistas largas, que local!!!!!!este também não foi possível fazê-lo noturno e diurno, então resolvi fazer somente diurno e também não me decepcionei na estavam meus amigos novamente com seus belos balões, vieram todos que haviam participado do primeiro e mais alguns e o show foi completo, neste segundo estiveram presentes, Turma Corcel Carapicuíba, Gaivota, Paixão, Serpente RJ, RWR, Lazer, Garage, TZO Barueri, Turma da igreja Pirituba entre outros, este festival dois meses depois peguei meu salario de Office Boy, fui na 25 de março comprei 40 troféus Honra Ao Mérito pequenos e entreguei a todos, foi muito gratificante.
1996, ai sim realizei meu sonho, com ajuda do então candidato a vereador Milton Leite, que me forneceu um carro de som (Kombi) então organizei o festival noturno e diurno, montei os Box, instalamos o carro de som, mas infelizmente o tempo em SP não estava 100% e muitos não acreditaram no tempo e não compareceram, mas este ocorrido não tirou o brilho da festa, a Turma do Lazer soltou um 8×8 armação e tivemos cerca de 10 balões de Box, o amigo Horácio soltou um truffi de 8m letreiro que teve um momento mágico, o balão não aguentou e começou a descer dentro da área do festival, vcs podem imaginar o que poderia ter acontecido, mas não ocorreu, no momento do resgate a mais ou menos 100m do carro de som, eu ia pedindo calma e pedia para o pessoal cortar as duas ultimas letras e liberar o balão e como num passe de mágica, veja vocês, a galera em respeito ao balão e a todos presentes não destruíram o balão e sim, cortaram e liberam o balão e a galera do festival foia loucura, gritos e aplausos se misturavam com os semblantes sorridentes dos donos do balão.
E não parou por ai, o balão de Box 4×4 da Turma da Chama ZS também desceu no festival e recebeu o mesmo tratamento, se alguém aceitar a sugestão se tivéssemos carros de som para orientar a galera nos resgates em Mogi tudo seria diferente, risos.
Há…e a manhã chegou com um céu azul maravilhoso e os balões começaram a ser inflados, Turma do Tigrão ZS, TVA, Vale, Luar do Piqueri, Gaivota, Careca ZN, Basf, Magu Balões, Albatroz, Gatunos, Cometa ZN, Ases Indomáveis, entre outros.
Em primeiro lugar agradeço a Deus pela oportunidade de viver estes momentos mágicos e depois agradeço a todos amigos que participaram e ajudaram a fazer e escrever esta pagina na história da minha vida.
obrigado a todos
Pinduka

Gostou? Curta e Compartilha!
  • 1
    Share

Mande seu Recado:

Copyright © 2006 / 2020 - Gazeta do Balão | Todos os Direitos Reservados - Permitida a reprodução com citação da fonte
error: Não copie, compartilhe!