O Granada de Curitiba | Gazeta do Balão

São poucos os relatos de soltura de balões no começo do século passado. Abaixo você confere fotos de um balão solto em Curitiba, Paraná em 21 de Abril de 1909. O balão, inflado com ar quente produzido pela queima de gravetos em um local chamado de Passeio Público no centro da cidade.

1909balao

Passeio Público é o parque mais central e o primeiro de Curitiba. Inaugurado em 1886 com cerca de 70 mil m² de mata natural, nas margens do rio Belém. Na época sua iluminação era feita por lampiões alimentados por azeite de peixe.

No século 19, foi por algum tempo o Jardim Botânico de Curitiba. Foi, também, o primeiro zoológico e, até hoje, possui alguns animais em cativeiro, além de um aquário.

O Passeio Público é um santuário ecológico em pleno centro de Curitiba. Tem lago com ilhas, uma gruta, ponte pênsil, palco flutuante e é cortado pela malha cicloviária da cidade.

Voltando ao balão, o curioso desta história foi que ele levou uma tripulante, a espanhola Maria Aida que estava de passagem pela cidade e decidiu realizar esta loucura.

O Balão que recebeu o nome de Granada tinha por volta de 20 metros, teve um voo de aproximadamente mil metros e caiu em cima da Catedral também no centro, sendo resgatado no telhado e Maria Aida sofreu apenas uma leve torção no pé na hora da queda do balão.

19091

Em comemoração ao centenário da loucura de Maria Aida, o balão recebeu uma “réplica” neste mesmo parque em 2010. Com uma altura de 5,39 metros do chão ao topo, o balão feito em metal se tornou a maior atração do novo complexo de brinquedos. As crianças podem entrar na cesta do balão que fica elevada há 1,5 metro do chão.”É um pedaço da história do Passeio Público registrado de maneira lúdica”, diz a arquiteta da Secretaria Municipal do Meio Ambiente responsável pelo projeto do playground, Laressa Chornobay.

106670

Comentários:

  1. Tércio disse:

    Orgulho de ser curitibano

  2. grupo ABC disse:

    Me amarrei no fato de uma mulher naquela epoca ter a coragem de ser lançado ao ceus sem rumo num balão.,vcs tem mais detalhes desda história?.

    um abraços a todos de curitiba

    Edson

  3. turma 2 de ouro disse:

    esse balao levou a carga mais gostosa do mundo do balao rsrrss, eu ia nesse resgate so pra pegar ela pra mim, q se foda o balao rsrsrsrrsrs, doidinha ela. abç ao pessoal de curitiba pr

  4. Sombra turma da coruja (pompeia) disse:

    Affffff maria baloeiro é tudo xarope mas essa ai… kkkkkkk só tomanto uma 51 e olhe la pra fazer isso kkkk historias do nosso brasil salve curitiba

  5. marcio penha disse:

    ALGUEM SABE SE ESSA MARIA E DA MESMA FAMILHA DO PADRE DAS BEXIGAS .KKKKKKK BRINCADEIRA

  6. rogério amigos da arte disse:

    muito legal a h história, mais ela era muito doida nessa epoca com todos preconceitos e sem tecnoligia ´so sendo doida mesmo ; Parabéns pela história.

  7. marco de inhoaiba disse:

    esses merdas do resgate brigam por um pedaço de papel. imagina com uma mulher de brinde.

Copyright © 2006 / 2017 - Gazeta do Balão | Todos os Direitos Reservados - Permitida a reprodução com citação da fonte