Tia, posso pegar o balão? | Gazeta do Balão
Tia, posso pegar o balão?
Publicado em 18/02/2012 | 361283 Visualizações

Queda de balão mostrada ao vivo na TV

Olá amigos! Muitos de nós que fazemos balão e até mesmo quem nem baloeiro é, sempre que vê um balão caindo, corre atrás. Para alguns, resgatar é uma arte a parte, pois é necessário além de sorte, conhecimentos sobre direção dos ventos, estradas e muita coragem em entrar em matas fechadas para pegar um balão. Quantas vezes, principalmente a noite, não entramos em um lugar e não conseguimos sair? Ou corremos de cachorros, caímos em buracos, rasgamos a roupa em cercas de arame farpado?

Histórias de resgates são infinitas, todos que gostam sempre tem uma boa história pra contar. Fato que desde os primórdios do balão, já existiam as turmas que só viviam disso e até hoje ainda temos muitas turmas que se dedicam apenas a resgatar balões.

Todos nós, quando crianças corríamos atrás de balões. Essa arte tem um encanto inexplicável e mesmo os adultos que não vão atrás, criticam os resgateiros, quando criança corria atrás com os amigos, perdia o chinelo correndo, se arranhava todo nos muros, tocava campainha e falava: “Tia, posso pegar o balão?”. E ainda ela respondia: “Que balão meu filho?”.

Pois é! Para muitos ver um balão caindo perto de casa pode até ser legal mas será que se um dia um cair na sua casa você vai gostar? Meu pai por exemplo, sonhava em acordar um dia e ver um 16×16 caído no quintal é mole? Coitado! Não do meu pai, mas do telhado. Talvez na época dele isso seria menos pior mas nos dias de hoje, um balão desse atrai tanta gente que teria que contratar um bom telhadista depois que os baloeiros fossem embora.

Comigo eu não tenho esse sonho não, quer dizer pesadelo. Aqui em casa por exemplo, já bateram vários na trave. Já caiu um balão na Creche em frente de casa. E os baloeiros ainda jogaram restos de guias e da bandeira no meu quintal só de zoação com a gente pois nós não estávamos. Também caiu um 3×3 bojado na esquina de baixo e o último, uma estrela de 3 metros caiu na casa de trás. Se tivesse uma bandeira ou qualquer coisa presa a boca ela caia no meu quintal, que beleza! Beleza porque era um Maria Preta e só o pessoal da minha turma tava atrás e me acordaram. Foi legal, mas não seria nem a pau se fosse um maior.

E vocês? Já tiveram essa sorte – ou azar dependendo do ponto de vista, de um balão cair na sua casa?

Gostou? Curta e Compartilha!
  • 4
    Shares

Mande seu Recado:

Copyright © 2006 / 2020 - Gazeta do Balão | Todos os Direitos Reservados - Permitida a reprodução com citação da fonte
error: Não copie, compartilhe!